Conto Erótico: A Minha Tia Favorita

A Minha Tia Favorita

A Minha Tia

Era umas 14 horas , uma bela tarde, os pássaros cantavam, o vento levava as folhas das árvores, um belo domingo. Eu nada fazia, só relaxava, de repente a campainha toca, fui ver quem era pelo olho mágico, pra minha surpresa era minha tia Marilda.

-Oi tia Marilda, boa tarde!

-Boa tarde meu sobrinho mais lindo! Como está você?

-Estou ótimo e você tia?

-Estou bem só meu cansada, seus país estão em casa?

-Não, foram passear, entra tia…

A tia Marilda é uma coroa de 42 anos, separada, mãe de 2 filhos, super gente boa ela, alegre, simpática, sorridente, é minha tia favorita, muito carinhosa. Além de ser legal ela é bonitona, 1,60 de altura, belo rosto, quadril largo e bundão, pernas torneadas e lisas, cabelos longos pretos e cheios, seios médio bem arrumados pra idade, ganha pra muita menina por aí.

Entramos na casa ela colocou a bolsa no sofá e se sentou, cruzou suas belas pernas, estava muito sexy de vestido branco curto.Conversamos sobre meus primos, o trabalho dela, coisas comuns.

-Ângelo, me arrume um copo com água.

-Pode ir pegar tia, a casa é sua.

-Obrigada (com um sorriso).

E lá foi ela, andando e rebolando sua bunda redondinha, estava suadinha…

-Posso tomar um banho meu querido?

-Sim tia, digo mais uma vez : a casa é sua, fique a vontade.

-obrigada meu lindo.

Escutei o som da água do chuveiro caindo, comecei a imaginar como ela deve ser nua, vestida já é um tesão…

Me lembrei que há entradas de ar no banheiro, senti medo dela perceber se eu olhar por lá. Peguei uma cadeira e usei pra pode espiar pelas entradas. Olhei de leve e me escondi até tomar coragem é olha fixamente. Para minha sorte dava pra vê la quase toda, dos joelhos pra cima.

Pude ver ela debaixo do chuveiro lavando o cabelo, a água escorria em suas curvas, deslizava pelos seios até os bicos formando um caída d’água, que coisa linda.Em certo momento ela diminuiu a corrente de água do chuveiro, pegou algo. abriu as pernas e começou a se depilar, pelas pernas até chegar a xana, abria a xana com os dedos e depilava com cuidado, passou na testa, dos lados até ficar bem lisinha.Pelo que pude ver tem uma xota carnuda, com um grelo vermelho e pequenos lábios bem discretos.

Abria a bela bunda pra lavar, que trazeirão minha tia tem, redondo, durinho e lisinho. Ela percorria com a mão ensaboando o pandeiro.eu já estava de pau duro e babando de tesão, acariciava, prestes a gozar quando ela olha em minha direção, me escondo rápido e saiu dali.

De repente escuto:

-Ângelo, me traga uma toalha, aqui não tem.

-Já vou.

Dei a toalha pela porta entre aberta, minutos depois ela sai do banheiro enrolada nela, cabelo molhados, cheirosa, vem até mim e senta no sofá.

-Que banho gostoso, estava precisando.

percebendo minha timidez pergunta:

-Se incomoda deu está vestida assim?

-Não, tudo bem tia.

-Vou pegar um cerveja, vi que tem umas na geladeira, posso né?

-Sim tia, traga uma pra mim também.

Papo comum vai e vem ela me pergunta sobre namoradas, digo que estou sem e pergunto se ela está com alguém, diz que tem um namorado mas não é apaixona por ele.

-Tenho uma pessoa, um namorado legal, gosto de estar com ele,mas não sou apaixonada, rsrsr.

-Entendo tia.

-Que calor, e olha que estou molhada ainda.

A conversa estava muito boa já tínhamos tomados uns 8 cervejas, na verdade eu apenas 3 e ela 5.Se havia alguma chance de pegar a minha tia gostosa era essa, não ia deixar de tentar. Notando ela já meio alta meu tesão aumentava vendo suas belas pernas grossas cruzarem e descruzarem na minha frente quase mostrando a priquita.

De repente se levanta e ao passar por mim quase cai, se apoiando em mim diz:

-Ai querido desculpa, acho que to meio bêbada.

-Tudo bem tia.

Assim a segurei pelo braço e cintura, e que cintura a curva era macia,uma delícia de pegar, aproveitei e alisei sua bunda como sem querer.Mas não passou despercebido pra ela.

-Ai menino, que isso pegando na bunda  da sua tia?

-Não tia, que isso, foi sem querer.

-Sem querer é? o que achou?É gostosa?

-Não sei dizer tia…

-O que você acha de mim? Sou bonita? dou um caldo ainda?

-Você é linda, bonitona mesmo!

Pegou minha mão e colocou na bunda, olhando na minha cara disse:

-Aperta vai, me disse se é gostosa. Gosto que brinquem com ela.

-S…sim tia, muito macia.

-Pega meu telefone, quero que tire umas fotos minhas.

E assim ela começou a fazer poses, de quatro, agachada, de costas na parede, minha rola estava duríssima, quase rasgando o calção. Se levanta e tira a toalha, fica toda nua.

-Se importa se eu ficar a vontade?

-Na, não tia…

-Gosta do que vê? Que nota me dá? sei que não sou nenhuma menininha!

-Você é super atraente tia.

Ela nua era um espetáculo, toda firme, sem gordurinhas, pele limpa, toda encorpada. Me perguntou mais:

-Vai contar pra alguém que fiquei nua na sua frente?

-Não tia.

-Que bom, quero segredo!

Me aproximei e deu um beijo em sua boca, que boca macia aquela mulher tem, lábios carnudos e sedosos, uma língua úmida e  atrevida, ela beija muito bem.

Abri seus braços e a prendi na parede, meti a boca em seus lindos seios, chupei com vontade aqueles bicos durinhos, que maravilha de seios, ela de olhos fechado gemia baixinho enquanto empurrava os seios na minha boca ainda mais. Trocava de seio, chupava um depois o outro.

-Estou toda melada meu gostoso!

-Tá gostando da mamada tia?

-Estou amando, você tem uma boca muito macia e úmida, chupa como um bebe.

A peguei pela cintura e com a outra mão segurava enquanto chupava seu peitos, ela alisava e puxava meus cabelos.

-Seu safado, me deixou  excitada, quero gozar!

-Quer pica tia gostosa?

-Quero sentir ela em mim de todo jeito!

-Vou te dar ela, é toda sua.

Ela se ajoelhou, colocou a mão em meu calção, sacou a rola e olhou:

-Tem um cacete bonito, grosso e cheiroso, de tamanho não é grande mas não é pequeno, perfeito, verei se é gostoso.

E assim ela colocou minha rola na boca, seus lábios carnudos deslizavam na cabeça da pica, passeava com a língua das bolas ao orifício da cabeça, sugando todo o mel da pica.

Fomos até o sofá e  lá fizemos um gostoso 69, ela botava a pica toda na boca, melhor que muita buceta que já meti. Enquanto eu deslizava as mãos por sua enorme bunda lisinha e durinha, minha língua nunca chupou uma  buceta tão gostosa, o cheiro era bom e o gosto melhor ainda, o grelo vermelho e grande eu colocava todo na boca e sugava, fazendo ela gemer alto e se contrair quase me tirando o folego.Rebolava gostoso na minha língua, seu mel preenchia minha boca, nunca vi uma buceta tão molhada.

Me sentei no sofá e ela veio sentar na minha pica, pegou a rola encostou na xota e desceu devagarinho.

-Ai Ângelo! Que rola grossa.Ui ui.

-Você que é apertada tia, que buceta gostosa.

A coroa era apertadinha mesmo, apesar da buceta super molhada ainda senti pressão no meu pau, que quentinha e macia era minha tia. Com a rola atolada até as bolas na xota da Marilda.

Ela rebolava muito gostoso, coroa boa de foda, eu dedilhava seu grelo melado e durinho, quando o telefone toca.

-Ai quem deve ser? Meu namorado!

-Deixa tocar tia, continua rebolando.

-Alô! Oi amor, estou aqui na casa da minha irmã…

A coroa era safada mesmo, fudendo comigo e falando com o namorado, ai que ela aumentou a pressão pulando na minha rola, chegava a rola sair da xota e ela desce com tudo, engolindo meu pau que latejava a cada entrada naquela gostosa.Pegou minha mão e colocou no grelo fazendo movimento, indicando pra eu tocar siririca de novo nela, obedeci na hora.

Estava uma delícia a foda com minha tia tesuda, quando a campainha toca, ela abafa o telefone e me disse:

-deixa eu pular com tudo, quero gozar agora.

Só acenei que sim e ela começou a pular bem forte, e eu na siririca nela, vi o gozo na cara dela, toda suada, escutando o namorado, com a boca aberta sem poder gemer. A buceta latejava em mim, senti um liquido quente escorrer no meu pau até as bolas.

Dispensou o namorado dizendo que ia falar com a irmã. me deu um beijo rápido e disse que ia tomar banho, sobrou pra mim a tarefa de atender quem tocou a campainha, foi tomar banho de novo, lavar a xota recém usada, nem deixou eu gozar. Atendi a porta era minha vizinha perguntando por minha irmã, estraga foda, logo depois a casa tava cheia de gente, não conclui naquele dia a foda, mas depois foi melhor, coisa pra eu contar em outro ocasião.

Transei gostoso com minha tia muitas vezes, coisa pra outros relatos.espero que gostem de meu conto erótico, o dia que transei com minha tia favorita.

Related posts: